12 de jun de 2016

ARTIGO: CAMINHO DO FIM

Vejo com tristeza essa disputa na Abcgil. Já vi esse filme e o final não é nada animador. A atividade de criar e selecionar gado de elite é uma atividade empresarial e como tal deveria ser tratada. Não deveria haver ingerências políticas e, muito menos, disputa eleitoral.
Não é racional que criadores inteligentes, melhoristas, homens e mulheres capazes de melhorar um animal por meio do seu manejo genético não seja capaz de perceber a estupidez que é estimular e patrocinar uma briga política. Não compreendo.

O mesmo também está se passando na Abcz. Briga política, por outro lado, está em todo lugar, até mesmo no seio de nossas famílias, principalmente onde haja a possibilidade de alcançar algum tipo de poder, por menor que seja.

Estamos sedentos por poder. Qualquer poder. Por isso a disputa. Mas a hora é péssima para disputas na Abcgil: vivemos um momento de dificuldades econômicas, de redução drástica do interesse do pecuarista pela raça gir no Brasil e os custos de seleção estão comendo os olhos da cara.

A hora, pelo contrário, é de união. Unir a força de cada um para vencer a turbulência e não dispensar as forças e arriscar perder tudo, principalmente o respeito e a convivência entre os criadores.

Quero relembrar aqui a experiência de Goiás, onde a disputa política acabou com a organização dos criadores e hoje está reduzido a pó, não consegue fazer nenhuma exposição decente. Em Goiás a disputa entre os grupos  pelo controle da Girgoiás levou a entidade à falência até fechar as portas.

Atualmente o Estado não tem nenhuma representação social que organiza os criadores. A Girgoiás morreu na mão do grupo da dona Leda Goés e a Agcgil – Associação Goiana dos Criadores de Gir Leiteiro nasceu e morreu na mesma velocidade. Teve apenas uma diretoria que não conseguiu se renovar; perdeu a sede no parque de exposições e, este ano, na Expogoiás, não houve exposição e nem ranqueamento de Gir Leiteiro.


Está na hora dos verdadeiros criadores e lideranças do gir leiteiro chamarem a responsabilidade para si e acabar com essa disputa. Isso só interessa aos adversários da raça, que estão rindo da incompetência política das nossas lideranças em tratar a entidade nesse momento de crise.

Rosimar Silva

Nenhum comentário: